Arquivo

Archive for abril \29\UTC 2016

SERGIPE 2016.

29 de abril de 2016 1 comentário

Gui@ do Esporte

Raimundo Morais.

Exclusivo! Córdova fala ao Gui@ do Esporte e diz, “Sergipe para mim foi paixão a primeira vista”.

O Club Sportivo Sergipe cravou nesta quarta-feira, 27 de abril, a Série D 2016 e 2017 do Campeonato Brasileiro. A um passo do passaporte a Copa do Nordeste e Copa do Brasil da temporada vindoura, consequentemente, a grande decisão estadual 2016, o time sofreu uma grande baixa nesta quinta-feira: a saída do goleiro Rafael Córdova. Referência das crianças, querido por todos no grupo, o goleiro catarinense emocionado falou com o Gui@ do Esporte.

1461894223312_scrapeenet

Quinta-feira, 28 de abril de 2016 e quarta-feira, 14 de outubro de 2015, o que de comum tem nestas datas? Até parece que nada, entretanto, tem um significado muito grande ao Sergipe, aos torcedores da agremiação e o goleiro Rafael Córdova. Em outubro passado o arqueiro usava as redes sociais para confirmar a conversa com o clube, e agora no final de abril ele na mesma rede social anuncia a saída. Qualificado, o experiente arqueiro revelou: minha decisão é uma coisa minha.

O atleta que sempre teve a aprovação da massa colorada e despertou carinho das crianças rubras iniciou a entrevista falando o que levará na bagagem ao retorno a sua terra natal.  “O carinho das crianças, respeito dos torcedores e principalmente por todos da diretoria (Silvio Santos, Glayson Prado, Nelson Lima, Reinaldo Moura). A torcida que hoje foi em peso no João hora e transmitiu carinho, e também sentimento de emoção reciproca da minha saída”.

12718329_978544655567137_4963659749034279282_n

O atleta de passagens históricas no Paysandu, Vitória, Metropolitano e tantas outras equipes falou da sua saída. “Saio hoje com tristeza, chorei muito, senti muito, doeu demais, minha decisão é uma coisa minha, só eu sei o que estava passando, então melhor eu me sacrificar nesse momento pelo clube do que eu pensar apenas em mim. O clube em primeiro lugar, atletas precisam saber que o clube e a torcida fica e nos estamos de passagem, alguns serão esquecidos outros marcam história pelos títulos, gestos, e dedicação”.

Ainda sobre a saída, o ex-goleiro do Avaí, Grêmio, Atlético Goianiense, Vila Nova e Atlético Paranaense garante passar boa visão do Mais Querido. “Hoje saio do clube com a cabeça erguida, pela porta da frente e com elas abertas para minha volta, e pode ter certeza que qualquer contato comigo, seja atleta, investidores e empresário darei as melhores informações possíveis, Sergipe tem voltar a Série C, B e A do Campeonato Brasileiro”.

12313983_765751970218630_8621144223158192047_n

Rafael Córdova que teve direito a bolo de aniversário do grupo e vestir a camisa 37 em homenagem a sua idade foi indagado se sai com o sentimento de dever cumprido. “Em partes fui envolvido em um projeto para retornar a Série D, aceitei desafios do clube com essa crise toda no Brasil, neguei proposta três vezes mais, para devolver o clube onde nunca deveria ter saído que é disputando títulos. Calendários completos e resgate de novos torcedores e acho que dei minha parcela para isso”, revelou.

Sempre no topo entre os atletas colorados durante a participação na edição estadual, Córdova comentou os números e acrescentou o carinho pelo clube. “Foram 18 jogos e apenas três derrotas, sete vezes escolhido destaque da partida. Ser capitão de uma equipe com tanta tradição, ter o carinho das crianças, respeito do grupo e de todos os funcionários, da rouparia (Paulo), massagista (Neguinho), até a cozinha com as tias com aquela alimentação saborosa, os meninos do campo que trabalham como loucos para deixar sempre o melhor do gramado e estrutura e os seguranças, não tem preço”.

mg_0082_1

Bastante emocionado nas palavras, o goleiro de comunicação aberta com imprensa e torcedores afirmou ter sido paixão à primeira vista, o Sergipe. “Sergipe para mim foi paixão a primeira vista. No Paysandu lutei um ano, fui campeão após anos sem títulos, quebramos sequência de anos sem ganhar do Remo, e isso foi marcante, pois até hoje sou lembrado com muito carinho e dedicação, e aqui não foi diferente”.

Rafael Córdova falou da sua coragem em momentos difíceis. “Fui sempre o que deu a cara pra dizer que iriamos chegar. No último jogo da primeira fase empatamos com o Amadense no João Hora, fui o único que enfrentou a ira do torcedor, e com dialogo, respeito, garantir que iriamos chegar, classificar para Série D e depois pensar na decisão, e isso esta se concretizando, espero que tenha profetizado, pois o grupo é forte, unido e de muita qualidade”.

1461894060830_scrapeenet

O arqueiro de qualidades e características múltiplas findou a entrevista exclusiva com um agradecimento especial. “Queria aqui deixar meu agradecimento, respeito e carinho e que seja apenas um até breve, antes que alguém julgue, que na vida desde lá atrás alguém sempre tem que se sacrificar para um bem maior. Sergipe é maior que tudo, sempre! Nem jogador nem treinador nem ninguém, pois todos passam e a entidade permanece”.

A saída de emoção e objetivos alcançados, despertou nas redes sociais carinho e respeito para com o experiente goleiro Rafael Córdova, que de paixão a primeira vista ao Club Sportivo Sergipe naquele novembro de 2015, fez da camisa 1 colorada, a 37, que se consagra a história, curiosidades e lembranças. “Há quase 30 anos amando o Sergipe, via em você um novo ídolo. Garra e vontade você tem, vida que segue e volte logo” (Fábio Viana). Obrigado por tudo paredão, você honrou a camisa (Carol).

Categorias:Sem categoria

SERGIPANO SÉRIE A-1 2016.

Gui@ do Esporte

Raimundo Morais.

Confiança segue sem vencer o Sergipe nesta temporada e empata sem gols.

A quarta-feira, 27, foi de emoção, definição e decisão no clássico maior do futebol sergipano. Confiança e Sergipe adentraram no estádio Lourival Baptista precisando vencer para cravar parcialmente a decisão do Campeonato Sergipano Série A-1 na edição 2016. Melhor e a frente dos proletários na tábua de classificação, o Sergipe garantiu o 0 a 0, empate que consolida o time colorado na Série D do Brasileiro em 2016/2017.

grande-confserg2016hex (5) (1)

O clássico maior na sua terceira aparição em 2016, no estádio Lourival Baptista, foi de arrepiar os cabelos e apertar os corações. Confiança e Sergipe se reencontraram pela terceira vez, e mais uma vez os proletários não conseguiram superar os colorados. Depois de um empate e uma derrota, o time azul assegurou um novo empate, agora sem gols. Com chances de classificação a final, o Confiança precisar vencer e torcer por tropeço do rival.

O duelo que começou nervoso e com muitas faltas, persistiu com esse desenho até o apito final. Mas, peculiaridades e características de clássico não faltaram. Reclamações de arbitragem e cartões se firmaram durante todo o tempo. O Confiança no primeiro tempo pediu uma marcação de penalidade; no segundo foi a vez do Sergipe marcar e a arbitragem anular, e pedi uma penalidade. Sem muita eficiência e chutes ao gol, o clássico maior ficou nisto: sem gols.

Ao final da partida, em entrevista a imprensa sergipana, o artilheiro proletário Lenadro Kível chiou. “Se esse juiz não aprendeu, ele tem que assistir à Libertadores. O goleiro do São Paulo foi expulso por ter virado de lado. O goleiro do Sergipe fez cera à noite toda. Por isso tem que vir gente de fora para eles aprenderem. A Série C fez mal para o Estado, querem ajudar o Sergipe só porque tem um lado que está bem? Um pênalti em que o cara chutou a garganta do Everton”.

Com olhos voltados a sua atuação, o estreante goleiro João Ricardo aprovou o 0 a 0.”Sempre é bom jogar. Tive uma estreia em um clássico, contra uma equipe de qualidade como o Confiança, não levei gols e isso é importante. A gente poderia sair com a vitória, mas agora é jogar no sábado e buscar a vaga na final. Um empate contra o Boca Júnior nos garante na final, mas vamos em busca da vitória, para evitar qualquer problema”.

grande-confserg2016hex (11)

Com o resultado igualitário, colorados e proletários seguem na luta pela final do certame estadual. Com 16 pontos, três a mais que o Confiança, o Sergipe que retorna a campo pela última rodada do hexagonal no sábado, as 15h15, no estádio Lourival Baptista, diante o Boca Júnior, precisa só empatar. Já o Dragão do Bairro precisa vencer o Estanciano e torcer por um tropeço do Gipão. O empate deu ao Mais Querido vaga na Série D do Brasileiro em 2016/2017.

A partida entre o Gigante Operário do bairro Industrial e Gigante Colorado do bairro Siqueira Campos, que aconteceu com mais de sete mil torcedores e com cobertura jornalística da página que tem marca registrada no jornalismo esportivo, Gui@ do Esporte, teve no comando arbitral Diego da Silva, do quadro da Federação Sergipana de Futebol. As assistências ficaram por conta de Wendel Augusto Lino e Edmilson Oliveira Santos.

Itabaiana garante final

A Associação Desportiva Itabaiana saiu na frente dos rivais, Sergipe e Confiança. Correndo por fora inicialmente do título do Campeonato Sergipano 2016, o Tricolor da Serra conseguiu na noite desta quarta-feira, 27, a primeira vaga na decisão, e conseqüentemente, no calendário 2017 (Copa do Brasil e Copa do Nordeste). O time também garantiu ao lado do Sergipe as edições 2016/2017 do Campeonato Brasileiro da Série D. O time venceu o Boca Júnior por 2 tentos a 0.

Dorense ganha de novo

Uma tempestade de gols. Esse foi o panorama da noite desta quarta-feira, 27, no estádio Ariston Azevdo, em Nossa Senhora das Dores. Cumprindo tabela, Dorense e Estanciano se enfrentaram mais uma vez, e sem remorso das derrotas atravessadas, o time alvirrubro, desde a vitória passada com o comando do técnico Pedro Costa garantiu o escore de 5 tentos a 3. Ambas as agremiações se despendem na competição no sábado vindouro.

Imagens – Igor Matheus

Categorias:Sem categoria

4º Campeonato de Futsal de Propriá.

Gui@ do Esporte

Raimundo Morais.

Em partidas emocionantes e equilíbrio entre os envolvidos, Fortaleza e Galinhus mantém boa fase.

A noite da quarta-feira, 27, ou simplesmente a 10º rodada no 4º Campeonato de Futsal de Propriá foi de pura emoção, eletricidade, equilíbrio e confirmação de boa e péssima fase para as agremiações em quadra. No Ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil, cravado duas partidas emocionantes e resultados apertados no certame propriaense.

13055388_1767354076816972_7686622437406506885_n

Emoção e páreo têm sido marcas vivas do 4º Campeonato de Futsal de Propriá. E dando seqüência a toda essa eletricidade, a 10º rodada do certame propriaense colocou na quadra da Associação Atlética Banco do Brasil agremiações com campanhas parecidas. Cheia de esperança, o Fortaleza venceu a anêmica AABB. Favorito, o Oximania amargou derrota para o Galinhus.

A noite que começou com altivez e a confirmação da perversa fase que vive a AABB, o Fortaleza mesmo suando conseguiu ao apito final o escore favorável de 3 a 1. Por fim, uma das grandes partidas de todo o campeonato: Oximania versus Galinhus. Com características avassalantes, ambas as agremiações que vivem em um bom momento, se comportaram bem e chegaram a dividir o placar a quase todo tempo, mas ao fim deu Galinhus, 3 tentos a 2.

Com os resultados, o CRB segue na liderança da chave A com sete pontos. Luckmann’s e Fortaleza na seqüência com seis. Cruzeiro é o quarto com quatro. Fluminense e Boa Esperança aparecem logo atrás com três. Vila Nova e AABB não pontuam. Na chave B o Propriá e Galinhus lideram com sete pontos. Oximania com seis vem na seqüência. Clyclone e Os Cobras pontuam três. Real e Atletas de Cristo um ponto. Estrela não soma.

13094245_1767351870150526_4284063069149239199_n

A competição de edição 2016 com jogos marcados para os dias subseqüentes, tem nesta edição a participação de 16 postulantes ao título: Cyclone, Vila Nova, Boa Esperança, Os Cobras, Esporte Clube Propriá, Real Matadouro, Oximania Futebol Clube, Atletas de Cristo, Os Galinhos, Cruzeiro, AABB, CRB, Luckmann’s, Fluminense, Estrela Maior e Fortaleza.

O 4º Campeonato de Futsal de Propriá que reúne momentaneamente, craques, competitividade, adeptos do esporte, eletricidade e apaixonados pelo mundo da bola, mais uma vez tem ampla, dinâmica e imparcial cobertura da página que tem marca registrada no jornalismo esportivo, Gui@ do Esporte, o portal oficial do desporto amador e profissional sergipano.

Ousadia e alegria

Ao fim do 4º Campeonato de Futsal de Propriá, além dos vencedores gerais, a trajetória ficará na história. Sem tantas polêmicas até o momento, o certame propriaense tem deixado o ribeirinho de olhos e ouvidos a tentos a todos os acontecimentos na quadra da Associação Atlética Banco do Brasil. Com jogos simultâneos, favoritos e atiradores tem surpreendido positivamente.

 

Categorias:Sem categoria

SERGIPANO SÉRIE A-1 2016.

Gui@ do Esporte

Raimundo Morais.

De olho na decisão do certame sergipano, Confiança e Sergipe se reencontram.

A noite desta quarta-feira, 27 de abril de 2016, será marcada por mais uma trajetória do ‘clássico maior’ do futebol sergipano: Associação Desportiva Confiança versus Club Sportivo Sergipe. De olho na grande decisão final do Campeonato Sergipano Série A-1 2016, ambas as agremiações aracajuanas se reencontram na planície verde do estádio Estadual Governador Lourival Baptista pela partida de volta do hexagonal.

filippearaujo_fsf-9754 (1)

Um ‘Dia D’, assim será a noite desta quarta-feira, 27, para o Confiança e o Club Sportivo Sergipe. No hexagonal da edição 2016 do Campeonato Sergipano Série A-1, rivais que protagonizam o ‘clássico maior’ do futebol sergipano se enfrentam novamente de olho nas primeiras colocações, consequentemente, a classificação à decisão final. Com vantagem e a frente do Dragão, Mais Querido ocupa a segunda colocação.

As equipes que nesta temporada se enfrentaram por duas oportunidades, uma na fase classificatória (empate) e outra na ida do hexagonal (vitória colorada), coloca em cheque as pretensões de ambas os quadros. Bicampeão do estado e mandante na partida, Dragão precisa vencer para continuar sonhando com o tricampeonato. Eliminado precocemente em 2015/2014, o Gipão espera vencer para confirmar boa fase no páreo.

Com o retorno de Bala, e sem Laércio e Wallace Pernambucano, que cumpri suspensão automática e sente a posterior da coxa, respectivamente, o time do bairro Industrial vai com o comando técnico do auxiliar Batista, após dispensa do técnico Fhael Júnior, na tarde da segunda-feira, 25. Inflamado com a derrota para o Estanciano, o time do bairro Siqueira Campos não contará por opção com o goleiro Rafael Córdova, e tem a disposição Victor Palito e Beijar Flor, recuperados do DM.

1461707844449_scrapeenet

No histórico do derby sergipano, apesar da temporada 2016 os números serem favoráveis ao quadro colorado, de 2011 para cá as equipes muitas foram as emoções e se ambas as agremiações enfrentaram por 16 vezes, e seis vitórias foram anatadas pelo time proletário, quatro do time vermelho e seis empates. O Dragão do Bairro balançou mais vezes a rede no clássico maior, foram 27 tentos assinalados, contra 23 gols do Mais Querido.

Confirmado as vésperas do clássico como o camisa 1 do Sergipe, o goleiro João Ricardo fala da estreia e da decisão. “Não só eu como toda a nossa equipe sabe da responsabilidade da partida, o clássico de agora pode nos dar um calendário cheio esse ano e a temporada que vem. A minha estreia no Sergipe quis Deus que fosse num clássico e até agora o jogo mais importante do ano, ansiedade e frio na barriga. Se não sentir isso não é jogador (risos)”.

O jovem João, que chegou ao lado do Córdova em novembro, completa: vou entrar tranquilo, ciente da minha responsabilidade e procurar desempenhar um bom futebol, e claro com toda a equipe buscar a vitória e levar o Sergipe ao lugar de onde nunca deveria ter saído. A partida também é importe para o próprio jogador, acrescentar no currículo dele, podendo também renovar contrato aqui ou abrindo novas oportunidades no Brasil a fora.

11022633_863204523725706_7742341406318388583_nEm contrapartida, o volante Flávio fala da esperança dos proletários. “Nossa expectativa é a melhor possível, estamos focados para essa decisão, comandante novo, vamos jogar para vencer. Temos que jogar organizado e ter bastante atenção nas bolas paradas e ter qualidade. Jogar esse clássico é muito bom, é poder jogar e ajudar meu time na hora que estamos precisando, e trazer de volta a confiança do nosso torcedor, porque eles são fundamental para nós”.

Com uma rodada a ser cumprida após a realização do clássico maior, Confiança e Sergipe, com chances de classificação a grande decisão, até a última rodada do hexagonal, almejam dar um grande passo ao objetivo diante o rival. Terceiro colocado, os proletários somam 12 pontos, quatro vitórias e quatro derrotas. Já os colorados são o segundo com 15, quatro empates, três vitórias e somente uma derrota.

A partida entre o Gigante Operário do bairro Industrial e Gigante Colorado do bairro Siqueira Campos, marcada para as 20h15 com cobertura jornalística da página que tem marca registrada no jornalismo esportivo, Gui@ do Esporte, terá no comando arbitral Diego da Silva, do quadro da Federação Sergipana de Futebol. As assistências ficam por conta de Wendel Augusto Lino e Edmilson Oliveira Santos.

Categorias:Sem categoria

4º Campeonato de Futsal de Propriá.

Gui@ do Esporte

Raimundo Morais.

Com partidas cheias de peripécias, empate e vitória são assinalados na tabela do certame propriaense.

A edição 2016 do Campeonato de Futsal de Propriá tem data para terminar, entretanto, até lá segue sem cessar as emoções, os gols, as surpresas e as supremacias das agremiações e torcida propriaense. Em mais uma noite festiva e esportiva, o páreo colocou em quadra nesta segunda-feira, 25, agremiações embaladas na tábua de classificação no certame ribeirinho.

1461673547610_scrapeenet

A noite da segunda-feira, 25, no Ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil (da Ribeirinha) foi de seqüência no 4º Campeonato de Futsal de Propriá. Com agremiações embaladas na competição, empate e vitória foram assinalados na tabela do certame em uma rodada cheia de emoções. Próximo da classificação, o Propriá goleou os Cobras, Cruzeiro e CRB ficaram no empate.

As partidas que se apresentaram de formas antagônicas, contudo, repleta de peripécias e emoções, teve ao apito final do primeiro enfrentamento da noite a goleada do Propriá que venceu com folga Os Cobras por 6 tentos a 2, gols assinalados por Henrique, Já, Roberto (2), Roger e Rafael. Michel e Waldson diminuíram. Cruzeiro e CRB em pura disputa, transpiração e garra, ficaram no empate de 2 tentos a 2.

Com os resultados, o CRB lidera a chave A com sete pontos. Luckmann’s é o segundo com seis. Cruzeiro é o terceiro com quatro. Fortaleza, Fluminense e Boa Esperança aparecem na seqüência com três. Vila Nova e AABB não pontuam. Na chave B o Propriá lidera com sete pontos. Oximania com seis vem na seqüência. Galinhus soma quatro. Clyclone e Os Cobras pontuam três. Real e Atletas de Cristo um ponto. Estrela não soma.

1461674607995_scrapeenet

A competição edição 2016 com jogos marcados para os dias subseqüentes tem nesta edição a participação de 16 postulantes ao título: Cyclone, Vila Nova, Boa Esperança, Os Cobras, Esporte Clube Propriá, Real Matadouro, Oximania Futebol Clube, Atletas de Cristo, Os Galinhos, Cruzeiro, AABB, CRB, Luckmann’s, Fluminense, Estrela Maior e Fortaleza.

O 4º Campeonato de Futsal de Propriá que reúne momentaneamente, craques, competitividade, adeptos do esporte, eletricidade e apaixonados pelo mundo da bola, mais uma vez tem ampla, dinâmica e imparcial cobertura da página que tem marca registrada no jornalismo esportivo, Gui@ do Esporte, o portal oficial do desporto amador e profissional sergipano.

Ousadia e alegria

Ao fim do 4º Campeonato de Futsal de Propriá, além dos vencedores gerais, a trajetória ficará na história. Sem tantas polêmicas até o momento, o certame propriaense tem deixado o ribeirinho de olhos e ouvidos a tentos a todos os acontecimentos na quadra da Associação Atlética Banco do Brasil. Com jogos simultâneos, favoritos e atiradores tem surpreendido positivamente.

Categorias:Sem categoria

ESPORTE AMADOR 2016.

Gui@ do Esporte

Raimundo Morais.

Campo ruim, jogo trucando e placar favorável. Atlético Aquidabãense vence amistoso na capital.

Um dia atípico, um domingo a ser vivido. Foi assim esse dia 24 de abril de 2016 para o Atlético Aquidabãense. Revelação momentânea do esporte amador aquidabãense, a agremiação comandada pelo experiente Diego Alves assinalou mais uma vitória amistosa. Com desafios em solo aracajuano, o time findou a viagem a capital de todos os sergipanos com um banho de mar.

13096306_230742697315343_7164197675922845386_n

O domingo, 24, foi de muitas emoções no futebol sergipano. Longe do certame profissional que avança gradativamente rumo às partidas finais e decisivas, o esporte amador colocou em campo grandes agremiações e trajetórias adversas. De Aquidabã, o Atlético Aquidabãense transpirou, aturou e venceu ao apito final o Juventude, em território ‘inimigo’.

Sofrido do apito inicial ao apito final, com a presunção da arbitragem, campo de dimensões razoáveis e gramado estragado, o time aquidabãense se comportou de forma aguerrida e decisiva. Sem temer o mandante Juventude, a jovialidades dos aquidabãenses superaram a preponderância dos obstáculos, e coube ao meia Adelson marcar no segundo tempo marcar o único e vitorioso gol da partida.

13082755_230743620648584_4904084442801805420_n

A agremiação aquidabãense de competições futebolísticas e partidas amistosas múltiplas encerrou a sua viagem com um banho de mar, na Praia da Coroa do Meio. Trazendo na bagagem ao término do domingo, 24 de abril de 2016, além do resultado positivo de 1 a 0 em um combate truncado, boas recordações e histórias para ser contadas sempre.

A partida histórica entre os aracajuanos e aquidabãenses – que viajaram a capital nas primeiras horas da manhã deste domingo passado – foi acompanhado jornalisticamente e de forma imparcial, dinâmica e completa da página que tem marca registrada no jornalismo esportivo, Gui@ do Esporte, o portal oficial do desporto amador e profissional sergipano.

Categorias:Sem categoria

SERGIPANO SÉRIE A-1 2016.

25 de abril de 2016 1 comentário

Gui@ do Esporte

Raimundo Morais.

Posteriormente a derrota na Serra, Confiança confirma dispensa do comandante técnico.

A dança das cadeiras parece não ter fim na edição 2016 do Campeonato Sergipano Série A-1. Um dia após a derrota na Serra para a Associação Desportiva Itabaiana, a segunda consecutiva em cinco dias, à diretoria da Associação Desportiva Confiança acertou neste início de tarde de segunda-feira, 25, a saída do comandante técnico Fhael Júnior.

g_p1afa6ou94idn1rfkb5r8idlou4

Derrota na Serra foi demissão na certa. Até parece um trocadinho, entretanto, é uma realidade vivida no momento da Associação Desportiva Confiança e o comandante técnico Fhael Júnior. Após duas derrotas consecutivas, o técnico paulista foi dispensado pela diretoria do Dragão. Além, do comandante, três comandados foram afastados do time.

O técnico que chegou um dia após a demissão do lendário Betinho, 1º de abril, só durou na chefia do atual bicampeão do estado por 24 dias. Comandou a agremiação em quatro partidas, cravando 50% de aproveitamento. Foram duas vitórias (diante o Dorense e Boca Júnior na edição estadual) e duas derrotas (diante o Flamengo na partida de volta da Copa do Brasil, e Itabaiana na tarde/noite de domingo, 24).

O treinador de 52 anos, que já tinha passagens pela a Associação Desportiva Confiança no ano de 2013, no futebol sergipano comandou em 2011 e 2012 a Sociedade Esportiva River Plate, da cidade de Carmópolis. Antes de retornar ao Dragão do Bairro Industrial, o técnico paulista comandou o Votuporanguense na Série A-2 do Campeonato Paulista.

1461612329605_scrapeenet

Além da saída de Fhael Júnior, a diretoria que se reuniu nesta manhã de segunda-feira, 25, para tomada de decisão, confirmou o afastamento por tempo indeterminado de três atletas proletários. Foram eles: Carlinhos (zagueiro), Júnior Paraíba e Andrezinho (meias-atacantes). Assume o comando técnico momentâneo do bicampeão do estado, o auxiliar Batista.

Com chances claras de decisão do certame estadual, o Confiança encara e precisando vencer o Club Sportivo Sergipe nesta noite de quarta-feira, 27, no estádio Lourival Baptista. Com três pontos a menos que o rival, que soma 15 pontos, a agremiação proletária tem dois jogos a cumprir na edição estadual. Após o Sergipe encara o Estanciano fora de casa.

Histórico

Conhecido como Fhael Júnior, José Herbert de Jesus Fahel Júnior nascido na capital paulista, no dia 25 de novembro de 1963 iniciou sua trajetória de no Japão, foram 12 títulos em 11 anos. Em terras canarinhas, evitou que o Santo André fosse rebaixado para a série C do Brasileiro e, em seguida, conquistou o Paulista da Série A-2, em 2008, o que deu ao time o acesso à Série A-1. Aqui, defendeu o River e o próprio Confiança.

Categorias:Sem categoria